Comunitário

A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma” (At 4,32)

Fomos chamados a viver o nosso batismo neste estado de vida particular que é a vida religiosa: morar sob um mesmo teto, partilhar a mesma mesa, ter uma bolsa comum, viver o celibato consagrado, escolher de estar em referência aos responsáveis e aos outros membros da comunidade, segundo a nossa Regra de vida. . A fraternidade vai até aí (Testemunho de Irmã Marie José) . Fraternidade universal ( Irmão Thomas)

ImprimirE-mail